Paralisação em apoio ao Piso Salarial reúne profissionais em todo Brasil

Profissionais de Enfermagem pedem aplicação imediata da Lei do Piso Salarial

22.09.2022

Movimentos ocorreram em todo país nesta quarta-feira (21/9)

O Fórum Nacional da Enfermagem, composto pelas entidades representativas da profissão (Aben, Cofen, CNTS, CNTSS, FNE, Anaten e Eneenf), realizou, nesta quarta-feira (21/9), mobilização em defesa do Piso Salarial. O movimento uniu profissionais em paralisação durante 24 horas por todo o país, em defesa da aplicação imediata do Piso Salarial, instituído pela Lei 14.434/2022. Liminar concedida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em ação movida pelas entidades patronais, suspendeu por 60 dias a aplicabilidade da lei, até que sejam melhor esclarecido o impacto financeiro e fontes de custeio.

A paralisação é uma iniciativa das entidades sindicais que compõe o Fórum. “O Conselho de Enfermagem está atuando na esfera política e também junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir a a aplicação do Piso Salarial”, afirma o vice-presidente do Cofen, Antônio Marcos Freire.

A mobilização foi decida em reunião realizada pelo Fórum no dia 12 de setembro. Os sindicatos organizaram escalas mínimas de 30% do quadro de profissionais trabalhando, o que mantém 100% dos atendimentos de urgência e emergência em funcionamento, para que a população não ficasse desassistida pela Enfermagem.

O Conselho de Enfermagem trabalha na busca de soluções para minimizar o impacto da legislação

“Estivemos juntos na manifestação em Brasília, porque entendemos que é uma luta legítima e que a Enfermagem precisa continuar mobilizada na rua, nas redes sociais e na política”, afirma o conselheiro federal Gilney Guerra. “É preciso combater as falácias dos empresários de que a Enfermagem vai quebrar o Brasil, sendo que o segmento privado da saúde foram os que mais enriqueceram durante a pandemia”, avalia.

As lideranças do Senado debateram, nesta segunda-feira (19/9), fontes de financiamento do Piso Salarial. Ontem (20/9), o relator do orçamento sugeriu que o Piso seja deixado fora do teto da gastos, com uso de recursos de emendas parlamentares. Há expectativa de encaminhamentos ainda nesta semana.

Compartilhe

Outros Artigos

Receba nossas novidades! Cadastre-se.


Fale Conosco

 

Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia

Rua Marechal Deodoro, 2621 - Centro, Porto Velho - RO, 76801-106

(69) 99936-2716

gabinetecorenro@gmail.com


Horário de atendimento ao público

08h - 17h

Loading...